O Cantinho de Tatyana Casarino. Aqui você encontrará Textos diversos e Poesias simples com a medida do coração.









Contador Grátis





quarta-feira, 4 de abril de 2018

As asas nascem da dor



Meu Deus, não havia uma só manhã
em que eu me levantava sem angústia.
Meu Deus, não havia uma só manhã
sem que clamasse pela sua paz pura.

No coração daquela doce menina,
já havia a semente mágica da fé.
Enquanto lágrimas embaçavam a vista,
a sua força divina me manteve em pé. 


Meu coração sempre clamou a sua glória,
porque conhecer a Deus é conhecer tudo. 
E, se hoje comemoro e beijo essa vitória,
foi por ter acendido a sua luz no escuro.

Atrás de toda doce vitória,
existe uma dolorosa história.
Eu posso contar a minha jornada
que ocorreu com a sua ajuda sagrada.

No passado, deitada em minha cama,
eu era tão insegura, frágil e chorona.
Eu tinha muito medo de ir para a escola,
mas me levantava por sua divina chama.

Diga-me, Deus, o porquê
de eu ser a minha pior inimiga.
Diga-me, Deus, o porquê
da angústia atormentar a minha vida.

Diga-me, Deus, o porquê
do meu coração ser tão apertado.
Diga-me, Deus, o porquê
de meu espírito ter sido angustiado.

Diga-me, Deus, o porquê
do medo ter perturbado o meu espírito.
Diga-me, Deus, o porquê
do caminho até a escola ter sido um abismo.

Apenas diga-me o porquê,
o porquê de tanto medo.
Além do que os olhos podem ver,
sinto ainda o seu divino desejo.

Diga-me, Deus, o porquê
de eu ter nascido diferente dos demais.
E eu ainda busco as respostas do Senhor
para apaziguar os resquícios da minha dor.

Se quero tanto voar ao céu,
eu deveria ter nascido com asas.
Se quero tanto a sua paz,
não deveria ter essa angústia inata.

Diante de tantas perguntas,
ouvi as suas respostas no silêncio.
Quando a sua paz calou os meus pensamentos,
visualizei as suas frases mais sábias:

"Essa dor vai construir a sua fortaleza,
e o medo vai lhe ensinar sobre valentia.
As asas, que você tanto almeja,
estão sendo forjadas no calor de sua fobia."

"Eu só permito perturbados desafios
aos meus mais nobres guerreiros.
Os patinhos feios viram belos cisnes
e, depois da tempestade, nasce o arco-íris."

"Deus quer apenas testar o seu amor
no meio dos tormentos e da dor.
Deus quer ver você saber se amar,
Deus quer ver você se transformar."

"Deus quer ver você amando o próximo
e ajudando os seus queridos amigos.
Deus quer que você perdoe os inimigos
e saiba construir o próprio abrigo."

"Deus quer ver você saber se doar
para poder aos irmãos ensinar.
Deus quer você na arte de aprender
a sabedoria do esplendoroso viver."

"Deus quer ver você doando o seu amor
àqueles que passam pela sua mesma dor.
Deus quer que você seja capaz de ouvir
sobre os sofrimentos que rondam por aí."

"Não tenha mais medo da escola,
porque ela é o espelho da vida.
O mundo não é mais que uma escola
com lições doces, amargas, terrenas e divinas."

"Na escola da vida, seu espírito é o aluno,
e não há outra prova além do amor.
Quando a cortina encerrar o espetáculo,
a morte terá ceifado tudo o que é seguro."

"Só se preocupe em amar
e todo o resto será curado.
Só se preocupe em amar
e todo o resto será transformado."

Poesia Espiritual escrita por Tatyana Casarino




   A mensagem da Poesia é que a dor torna o ser humano mais forte. Muitos se envergonham da própria vulnerabilidade e escondem o seu lado sensível e a sua dor emocional sob sete chaves. Mas, por incrível que pareça, as pessoas mais fortes são aquelas que foram lapidadas pela dor e adquiriram sabedoria através da vulnerabilidade emocional. 
   Não tenha vergonha de seus medos e de seu lado sensível, pois a coragem nasce do medo e a força surge da sensibilidade. A vida realmente é um belo paradoxo para quem não tem medo de ser quem é. Não se engane -- as pessoas mais sensíveis são as mais fortes... É preciso força para reprimir uma lágrima, mas só os muito fortes têm a coragem e a audácia de mostrar as suas lágrimas e dizer de peito aberto "eu sou sensível."
   Em alguns, a dor emocional gera revolta e até mesmo leva à perda da fé. Entretanto, outros fortalecem a sua fé quando atravessam uma jornada de tempestades emocionais -- como foi o meu caso. Através de meus questionamentos a Deus, adquiri a sabedoria que necessitava. Nenhuma pergunta que fiz a Deus ficou sem resposta. A poesia acima não deixa de ser um diálogo entre o coração humano e Deus (as estrofes que recebem aspas seriam as respostas de Deus). 
    A Poesia "As asas nascem da dor", assim como outras poesias publicados no blog anteriormente -- "Caçando no Abismo e na Montanha", "O Rugido do Leão", "Uma Loba à beira do abismo" e etc -- retrata a minha jornada espiritual e o meu amadurecimento sentimental. Ninguém nasce forte. Ninguém nasce pronto. As pessoas se transforam ao longo da vida. Umas aprendem com a dor e ficam melhores. Outras se revoltam e desistem da luta da vida. Eu me considero guerreira, porque Desistir é um verbo que não existe no meu dicionário. Enfrentei uma fobia escolar (faço referências na poesia acima), mas nunca desisti dos meus sonhos. Muitos pensavam que eu não passaria da quarta série por causa das angústias que eu sofria. Porém, ultrapassei toda a fase escolar. Hoje sou advogada. 
    Faço questão de escrever Poesias onde confesso meus desafios emocionais, porque quero incentivar outras pessoas a buscarem a própria força interior. Quem me vê forte e autoconfiante atualmente pode pensar que sou orgulhosa ou que não tive uma jornada emocionalmente difícil. Portanto, quero transmitir a mensagem -- sou forte hoje, mas vivi muitas lágrimas no passado. Sou tão vulnerável quanto você, leitor, e quanto qualquer ser humano. Se eu consegui superar minha angústia e adquirir força emocional, você também consegue. Não tenho vergonha dos meus desafios nem escondo meu passado. Pelo contrário, tenho orgulho de cada desafio emocional que meu coração enfrentou, pois a dor me fez mais forte e me trouxe até o lugar onde estou hoje. 
     Se antes a jornada até a escola parecia um abismo, hoje me sinto no topo da montanha. E a escalada dessa montanha teve a ajuda de Deus. Quando tudo parecia difícil, a dor me deu asas para subir esta montanha. A dor pode derrubar você ou levar você para o alto. Depende de você. Escolha voar e não despencar no abismo da dor emocional. Eu escolhi voar. Escolha voar você também.


Tatyana Casarino 








2 comentários:

  1. Quando eu estava lendo eu vi você em cada frase, vi seus medos, seus pavores, sua fé, sua coragem, sua evolução. Incrível está sendo esse seu amadurecimento, extraordinária esta se tornando essa mulher que você é.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que lindo o seu comentário! Fiquei emocionada e feliz! Maravilhoso saber que meus poemas transmitem minhas emoções e inspiram as pessoas. Beijos!!

      Excluir