O Cantinho de Tatyana Casarino. Aqui você encontrará Textos diversos e Poesias simples com a medida do coração.









Contador Grátis





quinta-feira, 5 de outubro de 2017

A Batalha Final



Respire fundo, garota querida,
quem nasceu no dia onze de julho
é preparada para a batalha da vida.
São Bento é o seu porto seguro.

Quem carrega o seu nome
é preparada para domar o leão.
Não importam mais os tombos
que feriram o seu frágil coração.

Eles parecem que estão a brincar,
mas foram treinados para matar.
Por que você consegue ver o meu coração?
Por que você parece ler a minha alma?

Você é a única capaz de enxergar
que o meu peito está a sangrar.
Você consegue ler a minha alma
através do meu andar, do meu olhar...

Eu não consigo esconder de você
tudo o que eu escondo do mundo:
os meus segredos mais profundos,
as minhas mais sagradas emoções...

Você é a única que sabe identificar
quando o meu sorriso é autêntico.
Você é a única que sabe identificar
quando o meu coração está em paz.

Esconda-me do mundo mais uma vez
com o seu doce afeto supremo e maternal.
Seja o meu escudo, a minha advogada
quando só me restar a mágoa e mais nada.

As pessoas acham a sua proteção surreal,
mas elas não assistiram às sutis lágrimas
que foram por estes anos derramadas
em todas as minhas duras batalhas.

Você sabe a hora certa de me defender,
bem como a hora de me deixar lutar.
Você é a minha fiel escudeira de batalha,
mãe guerreira que sabe me compreender.

Você me ajuda a afiar a minha espada
e prepara o meu escudo com capricho.
Você me ensinar todas as artes marciais,
porque eu sou da lua e você é de Marte.

Você é a única que apostou em mim
durante toda esta longa e dura jornada.
Você á única que apostou em mim
quando ninguém mais apostava...

Você foi a única a confiar na minha capacidade
quando eu estava prestes a perder a sanidade.
Você foi a única a acreditar na minha inteligência
quando todos ao meu redor tinham perdido a crença.

Você é a única que apostou no meu coração
e me disse que ele é forte ao invés de frágil.
Você foi a única que foi terna, gentil e amável
quando eu recebia tiros por todos os lados. 

Você é a única que vê através do meu peito
todas essas mágoas lamacentas acumuladas
que, na alma, sangram em alguns buracos
dos tormentos e das angústias do passado.

Você me disse que eu devo aprender a perdoar,
pois mágoas mal resolvidas geram buracos na alma.
É como se a alma fosse um boneco do clube de tiros
e cada mágoa acumulada no peito fosse um buraquinho.

Ainda sinto aquela sensação de desajuste e desintegração
desde que a professora me afastou da turma injustamente. 
Ainda sinto aquela sensação de melancolia e desconexão
quando caminho entre as ruas da sociedade com sede.

Ainda tenho sede de compreensão, afeto e carinho
e só você, mãe, é capaz de me oferecer tudo isso.
Enfrenta-se uma roleta russa quando o peito é sensível.
Os sensíveis nunca sabem quando será o próximo tiro!

Quando será a próxima briga ou o próximo mal-entendido
que atirará mágoas duras em nossos frágeis corações?
Quando será o próximo olhar invejoso e injusto contra nós
que causará tantas dores, lágrimas e duras decepções?

Quando será o próximo comentário maldoso ou fofoqueiro
que atirará mágoas difíceis por nosso coração inteiro?
Quando será a próxima confusão ou o constrangimento
que deixará o meu coração esburacado em pedaços?

Eu poderia vestir uma armadura de ferro e andar curvada,
assim eu seria fechada para o mundo dentro da casca.
Eu poderia evitar que a minha alma fosse novamente magoada,
mas eu levanto todos os dias de cara lavada e alma exposta. 

Eu sou uma fortaleza indestrutível que nunca desmorona
mesmo quando a vida atira mágoas por todos os lados.
Eu sigo com a cabeça erguida e encho o peito de bondade
para enfrentar toda a obscura angústia da nossa maldade.

Eu tenho os olhos da águia e a ferocidade dos tigres,
minha espada decepa com a luz toda a minha escuridão.
Como a fênix, todo dia se regenera o meu coração
para enfrentar todas as batalhas do meu ringue. 

Eu sou tão frágil e tão forte, tão frágil e forte
como uma granada de cristal que imortal brilha. 
Sei que vencerei com a minha luz até a morte,
eis que a fé, a esperança e o amor renovam a vida.

Às vezes me sinto como uma sereia acorrentada
por todas as suas memórias desnecessárias de mágoas.
Dentro do oceano profundo das minhas emoções,
eu luto pela minha libertação com a força de leões.

Eu chacoalho a minha cauda presa por correntes
enquanto meus cabelos balançam nas ondas do mar.
Já venci tantas lutas em minha longa jornada da vida,
mas falta vencer a batalha final que tanto me belisca.

A batalha final pede à alma a libertação das mágoas,
e eu sinto que já posso perdoar todos os acontecimentos.
Todavia, às vezes os pesadelos renascem com os ventos
e criam correntes que me prendem nos aborrecimentos.

Eu sigo nadando ferozmente no mar dos sentimentos,
pois espero pelo próximo supremo e incrível momento
de vitória sobre todas as minhas ocultas mágoas.
Esta seria a batalha final ou o início da minha saga?

Poesia escrita por Tatyana Casarino

       


   Esta poesia faz referência ao aniversário da poetisa, 11 de julho, data de São Bento (o santo exorcista). Alguns versos também fazem referência à santa Tatiana cujo leão solto para devorá-la acabou ficando manso diante dela e lambendo os seus pés. Desse modo, a poetisa quis salientar a força de seu nome e de sua data de nascimento diante dos obstáculos e das batalhas da vida logo no início da poesia. Curiosamente, o Arcano número 11 do Tarô é a Força, onde aparece uma dama domando um leão. Este Arcano simboliza a força do espírito domando os maus instintos dentre tantos outros significados místicos. 

"Respire fundo, garota querida,
quem nasceu no dia onze de julho
é preparada para a batalha da vida.
São Bento é o seu porto seguro.

Quem carrega o seu nome
é preparada para domar o leão."

                     


     A principal mensagem da poesia é a da importância do perdão. Não importam quantas vezes o seu coração foi magoado, você sempre pode recomeçar, já que a vida é repleta de esperança, recomeços e novas oportunidades. Nosso coração deve ser como a fênix e renascer todo dia cicatrizado e pronto para a luta! 
    Além do mais, a poesia é uma homenagem a minha mãe, que sempre foi a minha companheira de batalha nas lutas da vida. A minha mãe sempre me incentivou a perdoar as mágoas e a seguir em frente. Quem é o seu companheiro ou companheira de batalhas, querido leitor? 
    A analogia do coração magoado e do "boneco do clube de tiros cheio de buraquinhos" é inspirada em uma conversa que tive com a minha mãe, a qual me mostrou uma imagem de um alvo cheio de buracos e me disse que a minha alma ficaria daquele jeito se eu não me libertasse das mágoas. 
   Desde então, eu trato as minhas mágoas emocionais da seguinte forma: concentrando-me mais nas coisas boas que as pessoas fazem comigo do que nas ruins. Assim, a cada gesto de afeto e ternura que me fazem eu coloco um "curativo" sobre o "buraquinho" da mágoa.
     Ao invés de colecionar mágoas, eu coleciono gestos de amor, fraternidade a afeto. O amor-próprio também é um excelente remédio. Eu realmente acredito que somente o amor pode curar as feridas de nossa alma. O amor é a nossa maior força!

 Assistam ao clipe da música que me inspirou em alguns versos dessa poesia:






                    Link para assistir ao clipe de "Come Undone" de Duran Duran:   

                             https://www.youtube.com/watch?v=ICnlyNUt_0o
          


    Observação: O verso a respeito da sereia acorrentada foi inspirado no clipe de "Come Undone" de Duran Duran, uma de minhas músicas favoritas aliás. No clipe, aparece um aquário com peixes, tubarões e raias e uma moça acorrentada que canta alguns versos da música. Eu e minha mãe adoramos "Duran Duran", bem como canções dos Anos 80 e dos Anos 90.
   Eu amo o olhar forte e sensível que o cantor tem e a forma suave como gesticula enquanto canta. Parece que ele está em outro mundo, recendo inspiração hehehe. Eu também adoro a forma com a qual ele pronuncia "tatoo" e "déjà vú" hehehe. 
   Esta música me fez pensar na força que faço para superar a mim mesma e aos meus desafios emocionais quando parece que vou "desmoronar". Sei que, nestes momentos, minha mãe estará lá para me ajudar... Quem você procura quando vai desmoronar? Eu procuro a minha mãe!

Eis aqui a música:

My immaculate dream, made of breath and skin

I've been waiting for you
Signed with a home tattoo
Happy birthday to you, was created for you

Can't ever keep from falling apart at the seams
Cannot believe, you're taking my heart to pieces

Oh, it'll take a little time, might take a little crime to come undone
Now we'll try to stay blind to the hope and fear outside
Hey child, stay wilder than the wind, and blow me in to cry

Who do you need, who do you love, when you come undone?
Who do you need, who do you love, when you come undone?
Words, play me deja vu, like a radio tune I swear I've heard before
Chill, is it something real, or the magic I'm feeding off your fingers?
Can't ever keep from falling apart at the seams
Cannot believe, you're taking my heart to pieces
Lost in a snow filled sky, we'll make it alright to come undone

Now we'll try to stay blind to the hope and fear outside
Hey child, stay wilder than the wind, and blow me in to cry

Who do you need, who do you love, when you come undone?
Who do you need, who do you love, when you come undone?
Who do you need, who do you love, when you come undone?


Can't ever keep from falling apart
Who do you need, who do you love, when you come undone?

Can't ever keep from falling apart
Who do you need, who do you love?
Can't ever keep from falling apart
Who do you love, when you come undone?

Can't ever keep from falling apart

Tradução da letra da música citada:




Tatyana Casarino


4 comentários:

  1. Cada dia mais seu talento cresce... amei essa parte da postagem >> "Respire fundo, garota querida,
    quem nasceu no dia onze de julho
    é preparada para a batalha da vida.
    São Bento é o seu porto seguro.

    Quem carrega o seu nome
    é preparada para domar o leão." <<

    Deu para ver que hoje eu tirei para comentar em suas postagens. Depois de ler elas, começo a comentar em cada uma, algumas já se tornaram favoritas, hehehehe. Parabéns amiga.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amando cada comentário seu!! Gratidão pelos comentários verdadeiros e carinhosos!

      Excluir
  2. Há! Adoro Duran Duran e essa música é linda!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Yuhuuu Eu amoooo essa banda! Beijoooo

      Excluir