O Cantinho de Tatyana Casarino. Aqui você encontrará Textos diversos e Poesias simples com a medida do coração.









Contador Grátis





quinta-feira, 16 de março de 2017

Interpretando Meus Bons Amigos de Barão Vermelho


                         


       Olá, pessoal! Hoje venho interpretar a seguinte letra de música: Meus Bons Amigos de Barão Vermelho. Tal música foi sugerida pelo meu amigo Lorenzo Vieira Kwiatkowski! Vamos lá!


*** Interpretando Meus Bons Amigos de Barão Vermelho







Meus bons amigos, onde estão?
Notícias de todos quero saber
Cada um fez sua vida
De forma diferente
Às vezes me pergunto
Malditos ou inocentes?


   Sabe aquela saudade que bate dos seus amigos distantes? Daqueles amigos que se formaram junto com você? Daqueles amigos do colégio, da faculdade, do cursinho de inglês, das aulas de dança ou música? Então... A música retrata justamente este sentimento de saudade em relação aos amigos do passado. 
     Onde estão os meus amigos? O que eles estão fazendo? "Cada um fez sua vida de forma diferente". Cada um seguiu um caminho, uma trajetória, uma profissão... Uns se casaram e tiveram filhos enquanto outros estão solteiros. Uns são médicos, outros advogados... Há amigos artistas e outros engenheiros...
       Malditos ou inocentes? Os nossos amigos provocam saudade. Seria esta saudade uma maldição? Seriam os nossos amigos malditos por isso? Ou seríamos todos inocentes? Também posso interpretar como uma nova avaliação sobre os atos do passado... Seriam bons ou ruins estes atos? Além disso, todos os amigos têm um lado bom e ruim.




Nossos sonhos, realidades
Todas as vertigens, crueldades
Sobre nossos ombros
Aprendemos a carregar
Toda a vontade que faz vingar
No bem que fez pra mim
Assim, assim
Me fez feliz, assim


   Ah! os sonhos compartilhados com os amigos do passado! Quais os sonhos que conseguiram virar realidade? Qual é a diferença entre os sonhos antigos e as realidades de hoje? Cada um dos amigos seguiu um caminho diferente, mas um dia eles tiveram sonhos semelhantes. 
   O que torna um sonho realidade é a vontade. Sobre os nossos ombros aprendemos a carregar toda a vontade que faz vingar... "Vingar" é uma expressão que significa "dar certo". Os amigos e os sonhos que fizeram bem para nós continuam conosco. Eu só tenho saudade do que me fez feliz. Aquele que me fez bem e que me fez feliz ganha a minha saudade, a minha gratidão e o meu afeto.




O amor sem fim
Não esconde o medo
De ser completo
E imperfeito


     Este é o trecho que permite ao ouvinte/leitor mais de uma interpretação. Este "amor" pode ser o amor fraternal pelos amigos, o amor que cada um de nós leva no coração, um novo amor romântico que surgiu em nossa vida... Enfim, há tantos significados para este amor em minha opinião. 
     De qualquer forma, por mais pleno que o amor seja, o ser humano também sentirá medo. Quando atingimos nossa independência na idade adulta, dizemos que somos maduros e "completos". Entretanto, continuamos a ser humanos e imperfeitos. Este trecho, na minha opinião, pode remeter à saudade do passado novamente ou a saudade da imaturidade e da inocência.



Amigos: Irmãos que Deus nos permitiu escolher...


Meus bons amigos, onde estão?
Notícias de todos quero saber
Sobre nossos ombros
Aprendemos a carregar
Toda a vontade que faz vingar
No bem que fez pra mim
Assim, assim
Me fez feliz, assim


       Aqui mais uma vez há a saudade dos bons amigos. Nós aprendemos a carregar sobre nossos ombros a força de vontade que realizou os nossos sonhos. E, ainda assim, suportamos sobre os nossos ombros o novo tempo de responsabilidade, maturidade e realidade. Toda vez que eu vejo este trecho acabo me lembrando da Poesia "Os Ombros Suportam o Mundo" de Carlos Drummond de Andrade. 




O amor sem fim
Não esconde o medo
De ser completo
E imperfeito

Não, não, não
O amor sem fim
Não esconde o medo
De ser completo
E imperfeito





  A música encerra com a seguinte mensagem: o amor não vence completamente o medo. Haverá sempre a dicotomia amor e medo, e teremos sempre de lidar com ela, mesmo na maturidade. Afinal, somos imperfeitos...






   Por fim, para mim, a mensagem geral da música é sobre o valor da amizade e daqueles momentos felizes ao lado dos amigos que não voltam mais... Por essa razão, é tão importante amar cada amigo e não economizar sorrisos, pois os momentos da vida precisam ser aproveitados com intensidade e alegria. 

   Agradeço ao Lorenzo Vieira Kwiatkowski, meu grande amigo, pela sugestão da música! Sinto muita saudade deste amigo! A letra da música combinou perfeitamente com a saudade que sinto dos meus bons amigos hehehe. Posso morar longe de meus amigos, mas o afeto continua o mesmo!

Interpretação de Tatyana Casarino

Para quem quiser conferir a música:





*Para quem quiser conferir a Poesia "Os Ombros Suportam o Mundo":

http://www.releituras.com/drummond_osombros.asp




2 comentários:

  1. Também muitas vezes penso onde estão meus amigos, o que estarão fazendo, quais novas amizades fizeram, que rumo suas vidas tomaram... Realmente os que não despertaram em nós bons sentimentos, não merecem nossa saudade. Medo é algo que está em nossa essência, para proteger de um perigo, de uma dor de saudade maior... Essa música é linda, ótima sugestão!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa música é uma música que todo mundo se identifica um pouco, não é mesmo? Adorei o comentário e a visita! Beijos.

      Excluir