O Cantinho de Tatyana Casarino. Aqui você encontrará Textos diversos e Poesias simples com a medida do coração.









Contador Grátis





sexta-feira, 18 de novembro de 2016

Amor ou Vingança?



                           


      Se um dia você tiver de escolher entre o amor e a vingança, escolha rapidamente o amor. A vingança gera sempre um círculo vicioso de ódio e inverterá as energias a favor do seu suposto "adversário", eis que você será o novo algoz e ele sera a nova vítima. A maior "vingança" que existe é mostrar superioridade moral, humilhando o seu "inimigo" não com a sórdida maldade típica dele, mas com uma bondade lúcida.
   Se ele tiver o mínimo de faculdade moral, sentir-se-á culpado e até mesmo arrependido ou iluminado. Se ele for realmente bruto a ponto de não se sentir tocado ou culpado, não poderá mais fazer mal a você ao menos, pois sua bondade fará de sua alma inatingível e ainda mais protegida pelos anjos. Lembre-se de que os anjos e os seres de luz abominam a vingança e afastam-se de pessoas que resmungam, agridem ou agem com ódio nos corações. Um verdadeiro cristão espiritualista jamais se vinga, visto que Cristo ensinou a dar a segunda face.


                            

    

     Quando você se vinga, você se rebaixa moral e espiritualmente. É como se você passasse ao nível de seu inimigo ou até ficasse pior do que ele. Toda vingança é uma involução espiritual, razão pela qual é preciso perdoar os inimigos. Perdoe os seus inimigos, pois eles não possuem as suas mesmas capacidades psíquicas e morais. 
     Se você quer realmente seguir o rumo da evolução, perdoe! Dissolva o seu ego na luz e perdoe! A vingança nunca traz alívio. Somente o amor cura. Deixe que a única satisfação do seu ego seja a de sentir-se moralmente superior. Queime a tentação da maldade no fogo do amor e dissolva a raiva na luz da compaixão. Diante da dissolução do seu ego em prol da paz e do amor, você sentirá uma sensação de serenidade profunda que somente o perdão pode trazer. 
       Trate os outros como gostaria de ser tratado ainda que eles desapontem ou magoem você. Mostre, através do seu exemplo, qual é a atitude adequada e como você realmente gostaria de ter sido tratado quando o seu "adversário" machucou a sua alma. É fácil sentir ódio, raiva e agir igual ao seu inimigo. Todos naturalmente se sentem impelidos a retrucar as adversidades que sofreram. Mas, seguir tais instintos vis é mediocridade. É preciso ter uma alma realmente sofisticada e firmemente amorosa em direção à luz para recurar tais instintos e adotar uma postura lúcida e diferenciada. 

                              

        


              Você quer passar o resto da vida rastejando-se como uma lagarta medíocre? Creio que não. Depois não adianta ficar invejando as borboletas. Saiba que toda a beleza da borboleta tem o seu preço. Para experimentar o prazer de voar, a borboleta sofre a dor do casulo. Você está disposto a voar? Então, trabalhe duro ao lapidar a alma. O amor dói. No início, perdoar dói. Mas, são dores iluminadas. Dores que libertam. Somente o amor é a verdade. Somente o amor liberta. O amor é para os fortes. Siga o caminho mais difícil. Siga o caminho dos fortes!
          No final das contas, você escolhe com o seu livre-arbítrio: você quer ser medíocre como o seu inimigo ou seguir a força da luz de Cristo? Você quer ser uma alma "brega" e ultrapassada ou uma alma sofisticada e bela? Ser sofisticada nada tem a ver com usar salto alto e caminhar elegantemente. Ser sofisticada nada tem a ver com usar bolsa Louis Vuitton e perfume Euphoria da Calvin Klein. Ser sofisticada nada tem a ver com usar o sapato nude com bico arrendado da Arezzo ou o novo batom roxo sensação da Vult. Ser sofisticada nada tem a ver com usar o batom pink da Payot ou o rímel Volum Express da Maybelline. Ser sofisticada nada tem a ver com a combinação equilibrada dos tons de cores das suas roupas ou com o uso moderado do Blush Dream Touch da Maybelline. 


                                 

            

                Ser sofisticada tem a ver com elevar a sua alma em direção ao amor. Ser sofisticada é ser doce quando tudo ao seu redor inspira a amargura. Ser sofisticada é ter calma quando tudo ao seu redor estimula a raiva. Ser sofisticada é ter fé e esperança quando tudo ao ser redor inspira o ceticismo e a desesperança. Ser sofisticada é ter coragem quando tudo ao seu redor quer que você sinta medo. Ser sofisticada é insistir no amor e no perdão quando tudo ao seu redor é uma tentação para sentir ódio e a fazer vingança. 


                                   

             

               Não sei o porquê tanta neurose sobre a moda se escolher uma boa roupa exige apenas bom senso, charme e equilíbrio. Não sei o porquê tanta dificuldade em seguir a evolução espiritual se ser uma pessoa melhor exige apenas bom senso, charme e equilíbrio. Moda é só uma questão de bom senso. Evolução espiritual também. Assim como uma blusa estampada jamais combinará com uma calça de diferente estampa, uma alma amorosa jamais combinará com a vingança. Amor, como diz Camões, é um cuidar que ganha em se perder.
             Quem não é capaz de perder o seu ego jamais será capaz de ganhar a luz. Não há nada mais brega do que a vingança, assim como não há nada mais sofisticado do que o amor. O amor é a joia mais elegante e mais chique do mundo. É lamentável que essa joia tão gratuita e, ao mesmo tempo, tão cara esteja faltando nos corações em nossos dias. Os muito profanos que me perdoem, mas bom senso é fundamental.

Texto escrito por Tatyana Casarino




          

Nenhum comentário:

Postar um comentário