O Cantinho de Tatyana Casarino. Aqui você encontrará Textos diversos e Poesias simples com a medida do coração.









Contador Grátis





terça-feira, 19 de julho de 2016

Canto de Amor



Bendita seja Maria,
bendita seja Joaquina,
mães, mulheres, meninas,
pórticos da luz da vida.

Louvável seja a tua fé
que retira água dos moinhos.
A luz exalta esta mulher com intenso brilho,
filha da tempestade e mãe do alívio.

Deita a tua cabeça em meu ventre,
deixa-me ser a rosa do teu martírio.
Exalando perfumes de lírios,
sou a rainha do vento.

Deita a tua cabeça em meus seios,
deixa-me acariciar a tua face.
De olhos fechados, tu suspiras sentimento
neste tão doce quanto difícil enlace.

Os teus lábios procuram o meu corpo,
as tuas mãos procuram o meu prazer.
O teu rosto se encosta no meu rosto
e nossas almas ficam a arder.

Teu brilho no olhar seduz,
e eu fico a sussurrar o teu nome
dentro da noite infinitamente
até nós explodirmos em luz.

Eu sou a tua mulher,
tu és o meu homem,
nós somos uma só estrela,
uma só alegria, uma só tristeza.

Explosão de luz num mar de rosas,
gemidos da lua que exalam da alma.
Bendito seja o teu beijo doce,
bendita seja a emoção em cores.

Poesia escrita por Taty Casarino.



Nenhum comentário:

Postar um comentário