O Cantinho de Tatyana Casarino. Aqui você encontrará Textos diversos e Poesias simples com a medida do coração.









Contador Grátis





sábado, 30 de abril de 2016

O vinho dos amantes




Hoje o céu está esplêndido!
Na ausência de limites ou freios,
cavalgam os embriagados de vinho
por um céu mágico e divino!

Somos como dois anjos que torturam
um ao outro na fantasiosa ternura,
criada dentro de um cristal azul matinal.
Seguimos embriagados pela miragem irreal.

Somos embalados sutilmente pelas asas
de um grande turbilhão inteligente
que nos convida a um delírio paralelo.

Minha irmã, lado a lado, mergulha
sem descansos nem tréguas nessa fuga
para o paraíso lindo dos meus sonhos.

Observação: Esta poesia é uma versão em português escrita por Taty Casarino a partir  da poesia "Le Vin des Amants" do poeta francês Charles Baudelaire.

Sabe-se que há diversas traduções desta poesia, sendo a mais conhecida e divulgada a tradução de Mário Laranjeira exposta no livro "As Flores do Mal" (adaptação brasileira de Les Fleurs du mal) da Editora Martin Claret. Porém, quis traduzir esses versos de outro modo e sob nova visão lírica e subjetiva.

Com palavras mais simples, almejo transmitir, a partir de minha tradução, o sentimento de emoções sem freios que, ao meu olhar, a poesia de Baudelaire expressa. Emoções sem freio, amor proibido, o desafio dos impulsos profanos diante das limitações da realidade e a quebra de tabus: temas tão bem trabalhados pelo irônico e genial Baudelaire. Eu também desejo expressar esses temas.

Taty Casarino.

Confira também a Poesia original de Baudelaire:


Le Vin des amants

Aujourd'hui l'espace est splendide!
Sans mors, sans éperons, sans bride,
Partons à cheval sur le vin
Pour un ciel féerique* et divin!


Comme deux anges que torture
Une implacable calenture
Dans le bleu cristal du matin
Suivons le mirage lointain!


Mollement balancés sur l'aile
Du tourbillon intelligent,
Dans un délire parallèle,


Ma soeur, côte à côte nageant,
Nous fuirons sans repos ni trêves
Vers le paradis de mes rêves!


Charles Baudelaire

*Feérico = 1. Do mundo das fadas; 2. maravilhoso; mágico.

2 comentários:

  1. Que lindooo Taty. Sua versão parecia retratar algo que realmente aconteceu.

    ResponderExcluir
  2. Olá, amiga! Fico muito feliz que vc tenha gostado! Eu realmente quis passar uma autenticidade nessa Poesia. Beijo!

    ResponderExcluir