O Cantinho de Tatyana Casarino. Aqui você encontrará Textos diversos e Poesias simples com a medida do coração.









Contador Grátis





sábado, 30 de abril de 2016

Da eternidade do sonho



Os girassóis falam por nós,
e é tudo verdade, amor,
nós somos um só ardor
nesse mar de fúria trancada.

Obstruídas as veias das flores,
lamas sobre os mármores repressores
sujam as calçadas dos sonhos,
e eu afogo a minha alma no céu risonho.

O beija-flor não canta mais,
e é tudo verdade, amor,
nós somos uma só dor
nesse mar de rosas de cristais.

O oásis castigado grita,
excomungado, injustiçado, caído.
As teias das flores formam o teu riso,
que ecoa pela ilusão perdida.

As flores falam por nós,
e é tudo verdade, amor,
nós somos um só sonho
nessa doce teia profana.

Jesus Cristo acendeu o seu coração,
os anjos embalaram o seu sono
enquanto eu orava pela sua canção
naquelas tardes tristes de verão.

O sonho acendido nunca se apaga
como um fogo que luta para queimar,
como um coração que luta par abater
ainda que esmorecido nas lástimas.

A dor é passageira, mas o amor é eterno,
eterno como a brisa que refresca o mundo,
balançando as flores, viajando em pétalas
ao voar pelos campos fecundos.

O silêncio ora em nome de Cristo,
a espera conduz a alma ao suplício,
a vida é breve e a morte é a nossa irmã.
Tudo o que nos resta é a fé e a paz de espírito.

Poesia escrita por Taty Casarino.

Nenhum comentário:

Postar um comentário