O Cantinho de Tatyana Casarino. Aqui você encontrará Textos diversos e Poesias simples com a medida do coração.









Contador Grátis





domingo, 8 de novembro de 2015

Ama a ti mesmo




Olhe em volta, lua querida,
tudo o que a noite descobre
é que a escuridão das almas
está sofrendo por falta de amor próprio.

Pensamentos atormentadores, loucos,
de culpas, autoculpas, desrespeito,
masoquismo, cansaço e desilusão
nessa loucura de vida, nessa escuridão.

Autossabotagem, nosso eu como inimigo,
cisão na alma, contato com as trevas,
mente estranha, alucinada, tresloucada.

O elixir da vida, a paz de espírito,
é amar a si mesmo como ao próximo,
pois Deus está presente em cada criatura.

Não te culpa, não te castiga, confia na luz.
Não cometa nenhum crime contra a tua essência,
respeita a ti mesma, respeita a ti mesma.

Quando a angústia arrancar o teu sorriso
e o teu peito não conhecer outra coisa além de dor,
lembra-te que tu mereces respeito, doce alma,
respeito integridade, dignidade e amor.

Ama a tua essência além de tudo,
ama a Deus que habita em ti,
nesse mar da vida, perde-se tudo,
menos o amor de Cristo que está aqui.

Cristo já se flagelou por nós,
então, não te flagela, doce alma.
Cristo foi crucificado pelo amor,
portando jamais escolha a dor.

Ama o próximo, ama a ti mesma,
ama a ti mesma, ama o próximo,
ama o próximo, ama, ama,
ama a ti mesma, ama, ama.

Poesia de Taty Casarino

2 comentários:

  1. Amar, nos amar...aprender a nos adorar...e a amar as pessoas ao redor sabendo que elas são imperfeitas...

    ResponderExcluir
  2. O amor é a nossa missão! Já dizia o Mestre... Ama o próximo como a ti mesmo :) Obrigada por comentar aqui! Bjão!

    ResponderExcluir