O Cantinho de Tatyana Casarino. Aqui você encontrará Textos diversos e Poesias simples com a medida do coração.









Contador Grátis





sexta-feira, 29 de maio de 2015

C'est la nuit



Doce amor de minh'alma,
hoje eu acordei sorrindo por você.
As suas carícias marcaram minh'alma
numa conexão profunda do nosso ser.

O seu sorriso encanta minh'alma
e eu não sei o porquê.
Só sei que minh'alma quer a sua,
e que eu amo você.

Aproxime-se de mim,
sorria levemente e olha-me nos olhos.
Toque em minhas mãos suavemente
e abraça-me simplesmente.

Hoje eu quero o seu carinho,
diga que me ama em meu ouvido,
liberte o seu amor por favor.

Deixe que eu ame você
só por esta noite, esta noite,
esta noite que brilha
com a luz do seu querer.

Fogo na lareira,
duas taças de vinho,
frio seco e beijos molhados.

Lá fora, neblina e suor na janela,
aqui dentro, véus de amor,
nuvens envolvendo-nos no calor
e suor entre os nossos corpos.

A lua hoje tem formato diferente,
ao invés de pálida e arredondada,
encontra-se com curvas e rosada.
Acredito que a lua formou um coração.

Seus olhos são duas estrelas
a queimar o meu corpo no seu desejo.
Brilha o meu corpo junto ao seu
como duas estrelas sendo uma só.

As faíscas no fogo da lareira
são gélidas em relação às nossas.
Dos nossos corpos, faíscas,
brasas, labaredas que se alastram
e queimam, queimam, queimam...

Poesia romântica de Tatyana Casarino

*É a noite (tradução do título do francês para o português).


Nenhum comentário:

Postar um comentário