O Cantinho de Tatyana Casarino. Aqui você encontrará Textos diversos e Poesias simples com a medida do coração.









Contador Grátis





quinta-feira, 3 de julho de 2014

Âncora da Alma

Âncora da Alma


Temos essa esperança como âncora da alma, firme e segura, a qual adentra o santuário interior, por trás do véu. Hebreus 6.19


Doce cais do sofrimento cálido,
ternuras escondidas,
juras proibidas.

Olhares hostis da multidão,
multidão ora silenciosa,
ora barulhenta,
mas sempre hipócrita.

Doce taça de vinho amargo,
sacrifícios opulentos e restritos
em nome de celestial sorriso.

Um brinde à lágrima
presente em todas as taças.
Um brinde ao sofrimento
presente em todas as graças.

O Pai derramou sangue pelos filhos,
e os filhos crucificaram o Pai.
Traído por um gesto de carinho,
escarnecido pela excelentíssima bondade.

Ajoelhamos diante de vossa presença
e enxugamos vossos pés com nossos cabelos,
pois banhamos vossa graça com lágrimas.

Um dia, o cordeiro deitar-se-á ao lado do lobo,
e o lobo será manso e pacífico.
Mas até que o dia da justiça reine,
lobos ferem cordeiros incessantemente.

Quis seguir os passos do Pai,
mas meu coração se feriu.
Como um poço de lágrimas,
assim é o meu estranho oásis.

Deito-me triste por sentir tristeza,
envergonhada por sentir vergonha,
angustiada por não vencer a angústia,
decepcionada com a verdade.

Santíssima mãe, rainha de luz,
que salva os filhos do sofrimento,
faça-me chorar pelo que vejo
e livra-me do mal.

Enfrenta a cruz junto comigo,
consola minh'alma enfraquecida,
enfraquecida por tentar ser forte,
enfraquecida por negar a fraqueza humana.

Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo,
olha parar o meu coração
e renova minhas forças.

Com compaixão e destreza,
abençoa todos os envolvidos
nesse furacão demente
que é o destino.

Há só uma chama
que alivia minh'alma
e devolve o meu sorriso,
outrora, no poço de lágrimas, perdido,
a genuína esperança,
a âncora da alma.

 Tatyana Casarino 

Imagem da escultura de Michelangelo, a famosa e bela obra Pietà.

Nenhum comentário:

Postar um comentário