O Cantinho de Tatyana Casarino. Aqui você encontrará Textos diversos e Poesias simples com a medida do coração.









Contador Grátis





quinta-feira, 6 de março de 2014

Sob as asas de um anjo

Sob as asas de um anjo


Eu caminho como se estivesse voando
com a certeza de estar amparado
sob as asas de um anjo.

Eu fecho os olhos e sinto
seu amor me envolvendo
enquanto suas asas me abraçam.

Meu corpo flutua
e minha fé me desperta,
é um anjo que me ronda,
é um anjo que me liberta.

Você vem até mim suavemente,
retira minha dor,
suportando-a por mim docemente.

Você me inspira bons pensamentos,
você luta por mim até o fim,
você preenche meu quarto de rosas,
e leva seu amor junto ao vento.

Quando eu sinto a brisa
e ouço o vento assobiar,
eu sinto que alguém me ama
de algum celestial lugar.

No inferno, ele luta pelo paraíso,
na terra, ele luta pela evolução,
ele é meu doce suporte,
meu amigo na aflição.

Sob as asas de um anjo,
eu quero adormecer,
sob as asas de um anjo,
eu quero estar eternamente.

Ouça as minhas mágoas,
limpa as minhas lágrimas,
não precisa dizer nada, só me abraça,
e sussurra no meu ouvido
que amanhã tudo ficará bem.

Quando eu estive a dois passos do abismo,
foi o seu amor que me salvou,
quando eu estive angustiada,
foi o seu amor que me aliviou.

Mensageiro de Deus,
mestre divino,
amor que vem do vento,
amigo invisível.

Eu sou grata por sua luz,
proteja-me hoje e sempre.
Eu sou grata por sua proteção,
ilumina meu ser com sua devoção.

Tatyana Casarino


Nenhum comentário:

Postar um comentário