O Cantinho de Tatyana Casarino. Aqui você encontrará Textos diversos e Poesias simples com a medida do coração.









Contador Grátis





sábado, 4 de janeiro de 2014

Areia movediça




A melancolia é uma areia movediça,
quanto mais você se afunda na tristeza,
mais a tristeza afunda você.

O julgamento dói na alma,
eu vejo um oásis no deserto,
e ninguém me entende.

Eu vejo o mundo com os olhos da alma,
eu cheiro o mundo com os poros do espírito,
eu toco o mundo não com as mãos,
mas com todos os meus sentidos.

O olhar dos outros me ferem,
a incompreensão me perturba,
a lástima me persegue.

Eu deveria ser feliz apenas,
e chacoalhar os ombros para tudo,
mas minha alma se fere, se fere,
e isto é tudo.

Viver é uma eterna ferida,
e hoje eu conheci o verdadeiros sofrimento,
um sofrimento que corrói a alma por dentro.

Eu estou caindo no infinito,
no infinito dessa dor,
sentimentos incompreendidos,
feridos, corroídos.

Eu me sinto eternamente presa
à uma areia movediça
sem cor e sem esperança.

A única força que me mantém viva
é a certeza de que uma estrela caída
ainda é uma estrela.

Tatyana Casarino 

Nenhum comentário:

Postar um comentário