O Cantinho de Tatyana Casarino. Aqui você encontrará Textos diversos e Poesias simples com a medida do coração.









Contador Grátis





terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Mon Miroir

Meu Espelho


Quando eu olho meu reflexo,
diante do espelho, eu penso:
quem eu sou?
quem eu sou?

Seria eu esta sombra
de carne e osso refletida?
Onde está minh'alma?
O que eu faço da vida?

Este reflexo de corpo,
esses olhos questionadores,
esses cabelos esvoaçantes,
nada disso sou eu.

Eu não sou a borboleta pura,
que bate as asas no paraíso
nem tampouco a lama,
que suja o umbral.

Eu não sou o choro,
nem tampouco o riso.
Eu não sou a luz
nem sequer a escuridão.

Eu não sou o anjo
nem o monstro,
não sou a liberdade
nem tampouco a escravidão.

Eu não sou o céu,
nem tampouco a grama que tu pisas,
eu sou um punhado de estrela cadente
que jamais poderá ser identificada.

Eu sou o nada,
mas também o tudo.
Eu sou o enigma indecifrável,
eu sou o que nunca será identificado.

Eu não sou o que o espelho reflete
nem tampouco o que há por trás dele.
Eu sou o próprio espelho.

Eu sou um elo da corrente
que envolve todo o universo,
eu sou o pensamento
que percorre léguas na terra.

Eu posso ser a flor
ou posso ser o espinho,
eu sou simplesmente o espelho
que reflete tudo isso.

Taty Casarino


Nenhum comentário:

Postar um comentário