O Cantinho de Tatyana Casarino. Aqui você encontrará Textos diversos e Poesias simples com a medida do coração.









Contador Grátis





sábado, 13 de outubro de 2012

Velas de sangue




Na calada da noite,
tua mão tece o meu corpo
enquanto as velas choram sangue.
Toque meu corpo essa noite
como se um violino eu fosse.

Tu amarás meu corpo, principe lunático
como um vampiro profando e sedento
pelo poder de minh'alma e por um sangue a escorrer.

Faça-me derreter em seus braços
como uma vela queimando de prazer
e sede de salvação e puro poder.

Até onde vão as sombras
dos palácios desse corpo?
Qual o poder das almas?
Amantes amar-se-ão
além do abismo escalado,
onde a água da paixão
afunda os barcos.

Morcegos voam sobre os castelos,
ventos sombrios arrepiam meu corpo,
teu sangue ferve ao sentir o aroma do meu,
serias tu um vampiro do breu?

Poema gótico de Cathy Lee(um dos heterônimos de Taty Casarino).
Temas góticos: Melancolia,  tristeza, loucura, morte, poder e sensualidade.